Opções

Opções: Formação do Preço

Neste capítulo vamos mostrar os elementos que influenciam o preço de uma opção. Muitos livros sobre precificação de opções apresentam uma abordagem excessivamente matemática com demonstrações e resolução de equações diferenciais. A abordagem deste tutorial é focada em conceitos aplicáveis no cotidiano do investidor, assim não entraremos em detalhamentos aritméticos. O importante é dominar os conceitos e entender como eles contribuem na oscilação diária dos preços.


Elementos que Compõem o Preço


São cinco os elementos componentes do valor teórico de uma opção:

  1. Preço do ativo
  2. Volatilidade do ativo
  3. Preço de exercício
  4. Tempo até o vencimento
  5. Juros

Nas próximas seções vamos analisar cada um deles individualmente.


Preço do Ativo


A variação do preço do ativo ao qual a opção está ligada obviamente traz alterações no valor da opção. Para demonstrar com clareza a influência de cada elemento em separado, nesta e nas próximas análises vamos considerar o componente sendo estudado como o único a variar. Assim, neste caso o preço do ativo está variando, mas a volatilidade, tempo e demais fatores são considerados fixos.


O comportamento do preço da opção em função da variação do valor do ativo é simples: o valor da opção aumenta a uma taxa constante e de maneira não linear.



A curva na figura acima ilustra essa situação. Conforme o preço do ativo aumenta de R$30,00 para R$40,00 o preço teórico da opção aumenta de R$1,00 até cerca de R$6,50. Vale lembrar que neste exemplo está considerando uma opção de compra (call), para uma opção de venda o comportamento é semelhante mas inverso, conforme o preço aumenta o valor da opção decresce de maneira constante e não linear.


Volatilidade do Ativo


Embora os efeitos da variação da volatilidade no preço sejam inegáveis e diretos, trata-se de um dos parâmetros mais difíceis de analisar, pois é difícil estimar a volatilidade futura de um ativo. Entretanto, tenha em mente a seguinte regra: se a volatilidade aumenta, o preço da opção aumenta.


Volatilidade é um conceito não direcional, afinal as variações podem ser para cima ou para baixo. Se temos uma volatilidade grande, isso significa que existe uma tendência a ocorrer movimentos de preços mais intensos com o ativo, justificando um maior valor da opção.


A variação do preço de uma opção em relação à volatilidade é praticamente linear. A diferença que existe ocorre de acordo com a condição da opção, ou seja, se ela está in-the-money, at-the-money ou out-of-the-money. Opções in-the-money e at-the-money possuem uma reta mais inclinada do que opções out-of-the-money. Isso acontece porque uma opção tem uma probabilidade maior de ter seu valor aumentado em R$1,00 do que, digamos, R$5,00, ou seja, o caminho para uma out-of-the-money tornar-se in-the-money é mais difícil (menos provável de que ocorra) do que uma in-the-money ficar ainda mais in-the-money ou uma at-the-money passar a ser in-the-money.




Outros Conceitos Importantes

Fique por dentro do mercado financeiro assinando nossa Newsletter.


Rua Dr.Timóteo, 782.
Porto Alegre - RS, Brasil
(51) 3023-8272 comercial@nelogica.com.br

Carregando...